Novidade

Este blogue mudou-se. Está agora no facebook. Um dia voltará a viver no blogger, numa casa nova e moderna. Até lá, boas novelas!
Para TODOS os fãs de telenovelas Brasileiras e Portuguesas espalhados pelo mundo.
Portuguese blog about Brasilian/Portuguese tv soaps for fans all over the world.

email desactivado por google devido a spam
alternativa: novelas para recordar npr arroba gmail.com

domingo, 6 de setembro de 2009

Vamos lá pensar nisto...

Em "Caminho das Índias", Duda enfrenta um grande dilema: se Raj fica a saber que Niraj é filho dele, pode entrar na justiça para reclamar a paternidade. E como a criança foi registada por outro, a lei considera que foi cometido um crime...
.
Pelo menos é assim que parece pela história. Mas vamos analisar esta evolução:
.
Há poucos anos atrás, a autora, Glória Perez, cativou o público com uma história muito diferente, mas dentro da mesma temática: o novo papel da ciência como interventora na reprodução humana. Na sua novela "Barriga de Aluguer", o grande dilema era apenas um: quem era a mãe? O filho era biológico ou da pessoa que teve o parto? Naquela altura torci sempre por Ana, mas o país ficou dividido... porque, os tempos, ainda deixavam margem para dúvidas...
.
Em "Caminho das Índias" a temática volta à ribalta, embora seja como trama secundária. A directora da escola decide ser mãe por inseminação artificial e faz entrevistas a homens para conseguir arranjar um dador do seu agrado. O tiro sai-lhe pela culatra, porque o escolhido é um grande chato e parece que não entende ao que se propôs...
.
Há medida que esta história progride, mostrando os dois lados da moeda, a directora Rute informa que telefonaram da clínica para saber qual o destino que ela quer dar aos restantes embriões congelados, ao que esta decide doá-los.
.
Aqui, no meu ponto de vista, é que a porca torce o rabo. Então como é que é? Que eu SAIBA, a adulteração do embrião é considerado crime, atentado contra a vida. Até os cientistas terem anúnciado que já não precisam destruir o núcleo para gerar células estaminais, existia um grande movimento de pessoas com ideias fixas de que isto era um assassinato. Bem, na novela não dizem que o destino dos embriões doados será este que, por lei, é criminoso. Mas então...?? Pela lógica, o que acontece a embriões doados? Estes são implantados noutras mulheres que gerem filhos biologicamente com as características da dadora. Humm... e o que a lei diz a este respeito? Nada? Então imaginemos este cenário... 20 embriões doados, resultam em 20 gravidezes... Existem 21 crianças biológicamente irmãs. Que o desconhecem. A menos que a ciência tenha progredido ao ponto de poder dizer que o cruzamento genético entre irmãos não causa qualquer perturbação genética no filho daí resultante, então tudo bem. Mas acho que não é mesmo o caso, como já foi comprovado, pelas histórias mirabulantes que ocorrem por este mundo a fora, de crimes sexuais entre parentes directos, que resulta numa prol de crianças com problemas de saúde.
.
Nos EUA, no UK, há muito tempo que se lida com esta questão, já que existem os Bancos de Esperma, onde os homens começaram por aderir à novidade, fazendo levantamentos monetários com imensa regularidade, conseguindo pagar contas elevadas para despesas surpérfluas. O resultado? Um monte de filhotes... num ou outro caso, um casal de namorados descobriu que tem o mesmo pai!
.
Salvo o facto do caso feminino ser menos acessível que o masculino, pois retirar óvulos e fecundá-los é um processo bem diferente e bem mais moroso que conseguir esperma (Já se faz em laboratório, parece) se estas doações (assim como quaisquer outras) são anónimas... então estamos a cometer um crime. Ou não?
.
Então, registar uma criança com outro pai é crime, mas gerar muitos irmãos de forma anónima, arriscando que estes se encontrem mais adiante na vida e se apaixonem, vindo a sofrer drasticamente, não é crime... humm!..
.
Essa é a questão da lei que me vem à lembrança, sempre que Xiara relembra Duda que corre o risco de ser presa por ter prestado falso depoimento ao deixar outro homem assumir a paternidade de Niraj. O engraçado seria se, como se vê na novela, já que o mundo é tão pequenino e todos se cruzam, a Índia fica tão perto do Brasil e etc, olha a graça que tem se Niraj crescesse e se apaixonásse no templo por uma neta do clã Opash Ananda...

1 FEED-BACK -DEIXE OPINIÃO:

Laura Caçoeiro 8 de setembro de 2009 às 15:37  

É um tema muito complicado. Apenas acho que as pessoa não pensam muito sobre o assunto. Será que o homem que doa o esperma, está a pensar que dois filhos seus podem um dia encontar-se e começar a namorar? Ou apenas está a pensar no dinheiro? As coisas hoje em dia são feitas de uma forma muito fácil, sem pensar nelas.

Não sabia que uma mulher podia ir presa, por colocar um outro homem como pai do seu filho. mas de certeza que isto não vai acontecer na novela!

face

    © Blogger template by Emporium Digital 2008

Back to TOP