Novidade

Este blogue mudou-se. Está agora no facebook. Um dia voltará a viver no blogger, numa casa nova e moderna. Até lá, boas novelas!
Para TODOS os fãs de telenovelas Brasileiras e Portuguesas espalhados pelo mundo.
Portuguese blog about Brasilian/Portuguese tv soaps for fans all over the world.

email desactivado por google devido a spam
alternativa: novelas para recordar npr arroba gmail.com

sábado, 28 de junho de 2008

E daí, Gal Costa?

Desta feita o novelas para recordar decide criar um post para homenagear o lado acústico das novelas. Começando por Gal Costa.
-
Passei a semana inteira com uma das suas músicas na cabeça. “E daí”, que faz parte da banda sonora da novela Ciranda de Pedra. A voz doce e melodiosa de Gal parece produzir o mesmo efeito que a mítica Flauta de Hamelin. Ficamos agarrados.
-
Gal ganhou reconhecimento em Portugal graças (também) à grande projecção que as novelas brasileiras têm. Foi sua a voz que primeiro encantou os portugueses com “Modinha para Gabriela
”. Depois atingiu novamente o pico, com “Brasil”, o tema de abertura da novela Vale Tudo. Voltou ao romance com “Futuros Amantes” em História de Amor, e tem-nos brindado com regularidade com a sua voz nas novelas.


Quer saber tudo sobre Gal Costa? Consulte este link:

Read more...

quarta-feira, 25 de junho de 2008

Mais impressões

Ciranda de Pedra

Está a conquistar-me. Ainda vai no início mas estou a achá-la simpática. Ao contrário do que se pensa, esta novela não é um remake. Ela é uma nova visão da mesma história, ambientada nos anos 50, com base no livro mas também, na outra novela.

Apenas duas personagens, até agora, não me convencem: Frau Heta e a Prof. Margarida. Em relação a esta última, já disse que acho Cléo pouco expressiva. Ou melhor: algo no seu desempenho corporal contrasta com o pretendido, e soa a falso. Falta-me ver a actriz no papel de vilã. No de mocinha não convence ou alguma vez convenceu.

A Frau Heta de Ana Beatriz Nogueira não tem uma ponta de sotaque alemão. Nem sotaque, nem hábitos ou trajectos. Talvez a solução seja descobrir que nem alemã ela é. Nada nela nos faz saber a sua origem. Não fossem os outros chamá-la pelo nome que tem. Verifiquei que a actriz, que tanto quanto sei estava a trabalhar na rede Record, até pronunciou uma mesma frase comum ás personagens de Ciranda de Pedra e Essas Mulheres, com o mesmo timbre, trejeitos, postura e linguagem corporal. Não esperava uma Frau Heta nem sequer semelhante à de Norma Brum. Cada actor tem a sua maneira de ser e mostrar um personagem. Mas sinto falta de autenticidade. De algo que denuncie a sua origem alemã. Uma maldade mais marcada, uma ameaça que fique no ar com o peso de temor, algo assim. Esta Frau Heta de 1950 apenas me parece uma pessoa que quer ser má, mas não é. A sua interpretação não mete medo ou intimida.

Mas a trama ainda vai no início. Tem de se ver que direcção as personagens vão tomar no resto da história. Sabe-se que é suposto Laura morrer e aí a trama muda de rumo. Ana Paula Arósio é uma actriz que estou ansiosa por ver de vilã. Desde Terra Nostra, nas cenas em que Madame Janete conta a sua versão da história do parto colocando Giuliana de vilã e também nas cenas em que esta foi verbalmente agressiva com Paola e Mateu, que o olhar intenso da actriz promete uma vilã de meter medo. Talvez desse uma Frau Heta muito mais temida! Quem sabe por altura da 3ª versão da obra? :) Afinal, não são as mais bonitinhas aquelas que conquistam de loucura os homens.

Beleza Pura:
Norma é a vilã que não conseguimos odiar (ainda). Ela faz as suas traquinices com charme, inteligência e até simpatia. O que praticamente eclipsa o facto de ter sido ela a responsável pela sabotagem do helicóptero Carcará. Aliás, que nome curioso! Porquê Carcará? Sempre achei que era um nome pejorativo, pois acrescido de sanguinolento, era assim que Major Bentes e Demóstenes, da novela Fera Ferida, se referiam a Flamel (Edson Celulari) para o ofender. Porquê baptizar com tal cognome tal projecto?

Nesta novela, as interpretações que menos gosto de ver, são, sem dúvida, a do casal Eduardo e Débora. Não me convencem. Talvez não ajude que toda a situação que os dois vão viver seja previsível e até já vista antes. Mas são as fracas interpretações que, a meu ver (e até agora) não dão mais interesse às suas histórias. Afinal, quase tudo pelo menos uma vez já foi feito antes. A história entre os dois tem muito interesse em termos de desenvolvimento. Os dois a apaixonarem-se e a descobrirem as suas semelhanças pelas diferenças dos ex-conjugues, a afinidade que promete ser mais sólida que as relações anteriores que, afinal, estavam cheias de defeitos… só que, para mim, não sinto essa projecção nas interpretações. São banais. Perdoem-me os actores, com quem simpatizo, mas é a impressão que me dá.

Gosto de ver os “coadjuvantes” das personagens principais, a Suzy e o Raul. Ela então, é uma delícia. Com aquela voz tranquila, diz as maiores das barbaridades a nível de vaidades e preconceitos, com um jeito natural que quem a escuta, quase não percebe a conotação crítica e exigente que tem. É por este tipo que os homens caiem! As espertinhas.

Quando digo que Beleza Pura foge a certos clichés, falo, por exemplo, do facto de Norma ter denunciado a presença não autorizada de Guilherme nas ex-instalações de trabalho e este, ao invés de desconfiar dela apenas por um instante para logo de seguida se redimir em desculpas e arrependimento ou depositar uma cega na amizade dos dois, fica desconfiado e não muda de ideias. Outro exemplo é Joana descobrir na presença de Guilherme a sua culpa no acidente com o helicóptero e sair a correr, sendo seguida por este. Ao invés dela conseguir entrar no táxi e ele ficar a lamentar não a ter conseguido alcançar, como é cliché acontecer, Guilherme alcança-a e os dois, voltam a fugir ao cliché ao não se separarem após a troca de mais umas palavras intepestivas. Ao invés, ele a leva no carro e os dois conversam de seguida, no apartamento. São situações que, muito facilmente podiam cair nestes clichés, mas Beleza Pura parece se esquivar deles. Ainda bem.

Read more...

domingo, 22 de junho de 2008

Pantanal para sempre


Se a inveja fosse um sentimento que me caracterizasse, talvez sentisse um pouco dela por a novela Pantanal, estar de volta à televisão... Brasileira. O canal SBT, numa atitude inteligente, trouxe de volta a novela que tantos, mas tantos não se cansaram de escrever aqui a pedir para ver. Mas Pantanal não regressou sem polémica. A novela, exibida na íntegra e sem alterações, é antecedida por um novo/a genérico/abertura/creditos (GAC).

.
Isto levantou muitas críticas. Afinal, a abertura de Pantanal, com a famosa Nani Venâncio a surgir da imagem de uma onça pintada, foi das aberturas com mais sucesso que marcaram a memória de um vasto público. Tal como a de Tieta, da Globo, por exemplo.

.
Fui ver. Não está mal. É até uma boa homenagem. Dá um ar fresco à trama, antes de começar a novela em si, que já sabemos ser antiga (1991). Gostei desta abertura. Foi feita com conhecimento da trama. Não só tem a mulher nua, mas também tem o velho do rio, o peão boiadeiro no seu cavalo e, claro, a natureza do pantanal, os Tuiuius, etc. Penso que quem a fez soube prestigiar a obra.

.

Agora julgue por si. Veja e avalie. Não deixe de deixar impressa a sua opinião! Veja também a chamada para a trama, no link acima (SBT), onde pode comprovar que se mantiveram fiéis ao lettering (a imagem, o tipo e cor das letras originais) do produto, não o alterando para um mais "moderno". Letras verdes, mesmo tamanho, mesmo estilo.

.
E só de ouvir a MESMA música, pois isto não alteraram, já dá uma vontade imensa de ver o que se segue! Porém, agora fiquem com esta NOVA abertura que, a meu ver, podia ser trilhiões de vezes pior (e há piores). Acho que o SBT fez um bom trabalho.



Tamanho do tipo de letra

English Version:

If i was the jealous type, maybe i would feel just a tinny bit of it because Pantanal is back to Brasil´s tv screens! The SBT channel, in a very smart move, brough it back, but not without a small controversy. They changed the oppening.
.
It was a very risky decision. Pantanal original oppening credits was a huge sucess, and had the power to remain in the public memory for ever. A sucess as big as Tieta´s oppening, of tv Globo.
I whent to see it, and enjoy it. It´s a fresh begining, that launches the story with a fresh modern feeling, without disturbing the original concept. It´s a well conceive honoring oppening.
.
It´s shows, has expected, a naked woman, but doesn´t forget the nature of the place, with the Tuiuius (white big "birds") and also inserts to this new oppening the "old man from the river" in his canoe, the "peão", in his horse, etc. And in the end, it keeps the original name lettering, preserving the familiar logo name. PANTANAL apears in green, same-has type of letters. The all thing is very story oriented. It´s great. It´s a great oppening. SBT did a good job.
.
See it for yourself and judge.
Artigos sobre esta reprise e reacções do director e alguns actores: http://tevenoticias.wordpress.com/2008/06/11/diretor-e-atores-da-novela-pantanal-comentam-sobre-reprise/
.
28/7/08
OUTRA DECISÃO INTELIGENTE DO SBT:
A Paródia a Pantanal

.

Read more...

sexta-feira, 20 de junho de 2008

Mais Pantanal

Todos os dias,
recebo uns tantos pedidos para a novela Pantanal. Ora a querem apenas ver, ora a querem ter, ou a descarregar, ou ter um compacto, ou a ter em espanhol... a todos que continuam a escrever a pedir a novela, repito que a mesma está a ser disponibilizada para ver em links, logo no primeiro post que estreou este blog.

Agora uma "novidade". Para quem está no Brasil, parece que a novela está a ser repetida no canal SBT. Não me perguntem (aliás, respondam) se é a mesma, se só dá em certos estados, não sei. Estou curiosa para que me digam porquê tem uma abertura diferente, sendo a mesma novela, ou não é assim?

Para quem vive em Portugal e quer ver a novela em compacto, está aqui no blog. Se quiser ver por inteiro, então escreva.

Espero ter esclarecido de uma forma mais geral todos os que continuam diáriamente a pedir coisas sobre esta maravilhosa novela que foi Pantanal. Aos sortudos que a podem rever ou ver pela primeira vez no Brasil, aproveitem bem!

Cumprimentos.
Novelaspararecordar


English Version:
Every day, I receive requests about the tv soap Pantanal. Whether about watching it all, or in peaces, or a resume, or in spanish, or the soundtrack. To all that keep on writing to ask about it, i repeat that a movie resume is available in 33 links in this blog first post. It has stop but hopefully, when time alows it, it will continue to the end.
Now a breacking news: Pantanal is back! Well, in Brasil, in the SBT channel. For those lucky ones that can rewatch it or seen it for the very first time, don´t miss it!
Cheers!

Read more...

quinta-feira, 19 de junho de 2008

Terra Nostra Incompleta

Finalmente!
Está a acabar a novela Terra Nostra.
.
Esta é a novela Incomplecta por eleição. A trama, como já disse, tem os seus encantos, mas perde-se em chatices atrás de chatices. Não suporto mais escutar qualquer das personagens a dizer: "Mai porquê você tá mi dizendo esso"?. Diálogos que se repetem em "porquês", indo o Oscar da longevidade e repetição para as conversas chatérrimas das manas "Angélica e Rosana".
.
Julgo até, que estes diálogos chatos, repetitivos, irritantes, são uma forma do autor se virar contra o espectador. Só pode! Não devia estar numa boa altura...
.
Até o farmaceutico fala italiano, na perfeição. Outro emigrante? O que se passa com o Brasil e a sua obcessão televisiva pela italianada? Não é por nada mas nos últimos dias, quando sintonizo uma novela brasileira, falam todos italiano. Mal, parecem brasileiros a tentar ser italianos mas... salva-se disto Jussara Freire, em Os Ossos do Barão, que até convence. Os restantes, brr... até em Ciranda de Pedra, hoje, tive de ouvir a personagem de Osmar Prado (emigrante italiano) a soltar o diálogo em italiano. Valei-nos! Depois da exposição à dose de «porquês» de Terra Nostra, não há mais paciência para isso.
.
Mas não é por isto que digo que Terra Nostra é uma novela incompleta.

A novela é incompleta porque deixa muitas pontas soltas. A trama está preparada para ter continuidade. Para passar para uma terceira fase (ou quarta, sei lá), em que os bebés viram adolescentes, e as crianças adultas, e suas vidas se cruzam. Sendo que a personagem mais intrigante fica por conta de Franchesco Mariano Neto - o bebé adoptado e ostracizado pelos "bondosos" Marianos, pai e filho.
.
Se Terra Nostra, ao invés de andar a pastar a trama por meses, tivesse feito logo o salto temporal, seria uma boa história. Com princípio, meio e fim. Teria sido uma novela com possibilidades de ter legitimidade para ser apelidade de "marco" da história das novelas. Acaba que é, mas pelas piores das razões.
.
Esta é a novela que destronou Sinhá Moça no ranking de exportações da Globo. Por ter maior qualidade? Não, na minha opinião. É para que sirva de exemplo, que nem todos os "títulos" conquistados significam um bom produto.
.
Terra Nostra 2 - nunca chegou a acontecer. Ainda bem. Esperanza também se calhar não devia ter acontecido. Agora tive a prova de que estive incrivelmente em sincronizmo com o tipo de produto. Na altura da primeira exibição, coloquei de parte a propaganda da novela, que todos diziam ser "muito boa" (ao ponto de nem ficar bem discordar) e decidi não ver.
Tem encantos, tem. Mas de facto, esta "odisseia" tediosa, de charretes a passear nas ruas cenográficas, de personagens a atravessar caminhos, passeios, portões e estradas (somente tendo vontade no momento em que a charrete vai a passar, claro) não devia ter sido novela. Era para ser mini-série.

video

English Version:

I´m so glad I´ll never again will have to lissen a Terra Nostra´s character saying: "But, why hare you teling me this" - in a bad italian accent.

Terra Nostra is finishing. Finally! The tedious plot, with characters walking around in the fake scenery, spending too much of episode time going on a charriot drive, walking trought gates, sidewalks, etc. Enought!

The Oscar for the worst dialog ever, goes to the boring sisters Angélica and Rosana. The amount of "Whys" they pronunce in a single peace of dialogue is absolutelly mind blowing!

This is the Incomplete tv soap for excelence. An why? (Why, why, why, rrrrrr....!)

Because it has no end. The all plot gives you ints about what will happend in the future, when the boys and babys grow and they lives cross. Specially Franciesco Mariano Neto. The child the good Marianos (father and son) adopted just to keep Giuliana in the house and in the marriage. They care nothing for the boy when the child fail it´s porpose. It´s a repulsive atittude. Everything indicates that a confrontation will take place and, has defenders of the Mariano´s character, we would see Tiziu and José Alceu, the black boys that came to have education skills thanks to the Mariano´s come to their defence.

It´s an incomplete story. With boring, boring dialog. It should be over a long time ago. I´m glad I had the opportunity to realise I´ve missed nothing when I decided not tho wath it the first time. This should have never became a tv soap. This should have stayed a mini-series.

Read more...

sábado, 14 de junho de 2008

Beleza Ciranda Pura de Pedra

Já vi com mais atenção estas duas novelas que se estrearam. São ambas agradáveis de acompanhar. Como um ursinho de peluche: estão ali, são engraçadas, fofas. Um grande ponto a favor de ambas, é que nenhuma nos presenteia com dejá-vus atrás de dejá-vus e coisas mais que ditas e feitas, como é o caso de toda a trama de 7 Pecados. Têm algo de fresco e suave.
.
Outro aspecto favorável, para Beleza Pura é que, ao contrário de Ciranda de Pedra, a história é pioneira e nunca foi transformada em roteiro de televisão. Nesse aspecto, a outra será mais "fácil" de fazer, pois já se conhece a história e os defechos das personagens. Beleza Pura retrata as mesmas histórias comuns, de amor, triângulos amorosos, sabotagem, intrigas... mas consegue fazê-lo sem recorrer ao "mais que visto". É engraçada. Assim como "Ciranda", dá para acompanhar com gosto, que distrái e diverte.
.
CIRANDA::
Coitado de Marcelo Antony. No que respeita a viver uma história de amor com Ana Paula Arósio, não tem sorte. Nem em Terra Nostra, onde não era correspondido, nem em Ciranda de Pedra, onde é. Laura ama Daniel, mas nem com uma filha em comum, o casal consegue a união! Não desistam. Dizem que há terceira é de vez.
..
Ponto negativo vai para Cléo Pires. Deve ter puxado mais ao pai. Acho bem que se dêm muitas oportunidades e um variado leque de personagens para um actor se expressar neste veículo. Mas Cléo parece-me apagadinha na expressividade, além da dicção que por vezes não entendo ou oiço. O mesmo problema sempre teve Daniel Dantas. É mais difícil acreditar num vilão cujas ameaças por vezes desaparecem por entre sílabas que parecem pronunciadas para dentro.
.
A ganhar pontos, outra filha de actores: Leandra Leal. Não se pode dizer que surpreenda, pois a actriz já provou antes saber domar tais personagens. Ainda assim, há que dizer que é uma interpretação gostosa de ver. Assim como a de Osmar Prado. Também não surpreende, pois o seu talento para tais figuras já é conhecido. O actor nunca deixou de interpretar muito bem uma personagem , fosse qual fosse, grande ou pequena, na Globo ou fora dela. Sem dúvida, um talento a mercer maior reconhecimento.
..
Não sei porquê criticaram o facto de Arósio estar a interpretar uma mulher numa faixa etária ligeiramente superior à sua. Além de estar bem (desde que não dê em histérica) e não ser iverosímel, estou cansada de ver homens mais velhos a interpretarem moços novos e a namorar meninas que podiam ser suas filhas. Só incomoda quando muda o género?
.
Compreendo um dos problemas: existem actrizes na faixa etária adequada, igualmente talentosas. Para mulheres, é sempre muito mais difícil obter um papel. Ás vezes não se lembram delas. E mais depressa uma mulher interpreta um papel de outra mais velha, que o contrário. Parece por isso, que a carreira de actriz e a disponibilidade de papéis é muito mais reduzida.

Read more...

quinta-feira, 12 de junho de 2008

Como uma Onda ou Tsunami?

"Como uma Onda" é a novela que vem substituir Terra Nostra. Mas será uma onda, ou um verdadeiro Tsunami?

A mim não me diz nada. Não vi a novela quando foi feita, por isso não tenho como avaliar. A apresentação também nada revela sobre a trama. Mas já me irrita. Não só tem um português que já defini como mau actor, como mete aqueles cenários que na Tv saiem idílicos, mas na realidade são ruínas, semi-abandonadas, com cantos vandalizados e com cheiro a urina. E lá surge um cabo (corda de marinheiro), bem a calhar, como se ali pertencesse e fizesse sentido.

Mas não a cruxifico já. Mesmo com o mau actor (avaliação à posteriori) e trama de "verão", há que ver para saber.

Quem viu, o que tem a dizer?

Read more...

segunda-feira, 9 de junho de 2008

Beleza Pura Impressões

Prestei ainda pouca atenção a esta novela mas pelo que tenho acompanhado, depressa cheguei àquela que considero a melhor interpretação. Humberto Martins, comedido nas emoções, contido, instrospectivo e com laivos de explosões de temperamento que só se permite ter na privacidade do isolamento, está excelente. Reparem nos pormenores que ele dá à personagem, que lhe conferem mais credibilidade. Beleza Pura ganhou hoje outro ponto extra na minha avaliação, ao colocar uma personagem muito peculiar. O psiquiatra.
.
Quando Renato (Humberto) desabafa com o profissional este revela uma personalidade delirante e aconcelha de verdade o seu paciente a executar um assassinato. Ainda bem que aqui, a novela afasta-se da psiquiatria da ficção e entra mais na autenticidade. Até a própria "classe" se assume, orgulhosa, como "doida da cabeça"*. Vá entender-se.
.
Já se adivinham desenvolvimentos na trama que podem puxar o interesse. O facto da protagonista, Joana, chegar a se sentir dividida entre o afecto dos dois apaixonados, sendo que cada qual é parecido e diferente, consoante a característica da personalidade que escolham revelar.
.
O temperamento agressivo de Guilherme é conhecido desde o início. É intempestivo. Renato é contido mas tem os mesmos impulsos quando as coisas não lhe correm como deseja.
Veremos como esta novela continuará a ser recebida em Portugal, no horário das 18.00 horas a que é exibida.
.
*Não se pretende denegrir ninguém ou ofender uma classe. Afirmação baseada em conhecimentos, observações e experiências acumuladas.

Read more...

sexta-feira, 6 de junho de 2008

DESEJO NA DESPEDIDA


Está a terminar aquela que é a melhor novela dos últimos tempos. Desejo Proibido chega ao fim e vai deixar saudades. Em exibição continuam as enfadonhas “Terra Nostra” e a novela “Duas Caras” que se estreou muitos meses antes de “Desejo” mas nunca mais chega ao fim.

Em substituição está Ciranda de Pedra e espero que não seja tão enfadonha quanto parece. O tempo dirá. Feitas as contas, não é fácil encontrar uma boa substituta para preencher com igual qualidade “Desejo Proibido”.

Desejo Proibido carregou demasiado no pedal do acelerador para o final. É pena que tenha passado por um breve período de “estica a trama”, quando teria ido parar ao mesmo lugar se mantivesse o ritmo de desenvolvimento apenas um nadica menos veloz que o ritmo a que vai este final. Três episódios para a audiência no tribunal do divórcio de Laura e Henrique, muitos abraços e beijos de Miguel e Laura, que ardiam em desejo por consumir, para depois consumarem tanta paixão sem pompa ou circunstância.
Desde o início uma bela trama, de humor inteligente e interpretações gostosas como aquele caramelo que você deseja que derreta na boca.

Sinto pena que tenha corrido para o fim, sem deixar que se apreciasse mais as novidades. Ainda assim, realça-se pela positiva ao apresentar um final apressado, porém coerente e gostoso de ver. São poucos os autores que, face a este imprevisto, conseguem respeitar a trama e o espectador. Vejam o exemplo de “Cidadão Brasileiro”.

Read more...

quarta-feira, 4 de junho de 2008

Remake de Tieta


Subitamente soube qual a novela que a Globo ia adorar fazer como remake, obtendo o sucesso que lhe escapa como areia entre os dedos. Trata-se de Tieta. Esta percepção veio dos constantes comentários ao vídeo de abertura que coloquei no Youtube. O mais recente pergunta:

Quem é a gata que aparece nua?

Sabem o que isto significa? Quer dizer que estamos todos muito mais velhos e que uma nova geração de pessoas IGNORAM totalmente a história desta produção. O tempo passa e quem cresce não sabe que é Isadora Ribeiro a rapariga do genérico, que depois virou actriz e com mérito, e antes disso era a mulher da abertura do Fantástico e casada com Hans-Donner, o “mago” das aberturas das novelas da Globo.
Como é possível não saber, desconhecer Tieta?
Mas é. E é por esta razão que este seria o melhor remake da história dos remakes da Globo.

Na primeira versão (como se já houvesse segunda) os direitos de adaptação para televisão foram adquiridos pela actriz Betty Faria. Será que ainda os detém? O que impede legalmente de se fazer este remake?

Eis um que gostaria de ver. Muito!
.

Read more...

terça-feira, 3 de junho de 2008

Rostos de Cera NÃO!!



Testas que não enrrugam impossibilitam os vilões de terem credibilidade. Prejudicam também os mocinhos e as mocinhas. Tanta homogeneidade e excesso de luz reflectida pela pele aspecto de cera a que maquilhagem alguma diminui a incadescência, tudo isto agride cada vez mais os meus sentidos.

O desafio, hoje em dia, é tentar encontrar um rosto não alterado. Nem devem existir. Olhar para um é como vê-los a todos e não reparar em nenhum. A beleza parece artificial, porque é produzida em série como um automóvel numa fábrica de montagem. É a concretização dos receios das séries de ficção dos anos 60. As barbies, as mulheres, todas de aspecto igual entre si. Homens e Mulheres: de cera.

Madame Tussaud estará a pensar no seu túmulo: "no meu tempo é que era difícil! Tinha de os fazer parecidos. Agora eles é que se parecem à cera".

A maquilhagem e sobrancelhas todas iguais, são como sombras ao brilho próprio de cada um. Assim não se criam ícones, não existe carisma.

A velhice chega a todos. É incontornável e quiçá até anti-preventiva. Deixem-me ver rugas. Quero poros nos rostos. Quero ver sobracelhas naturais, e não riscos de boneca. Acho belos os rostos da mulher portuguesa hoje com 60 ou 70 anos. A pele é luminosa e sem marcas de agressões. Continua a irradiar algo especial e a idade lhes cai bem. As rugas, preserva-lhes a beleza.

Abaixo as figuras de cera com vida!

Read more...

Ciranda de Pedra -impressões iniciais

Vi o segundo episódio de Ciranda de Pedra e o resultado não impressiona. Ás tantas até pensei estar a ver a novela "Ossos do Barão", actualmente também no ar e também protagonizada por Ana Paula Arósio. Uma fotografia mais pobre que o habitual nas novelas da Globo - o que pode ser uma vantagem, se bem utilizada. Porém, sobressai um tom acizentado nos décors e figurinos. Menos dinamismo, menos carisma. Mas a ver vamos. O tempo dirá.

Read more...

face

    © Blogger template by Emporium Digital 2008

Back to TOP