Novidade

Este blogue mudou-se. Está agora no facebook. Um dia voltará a viver no blogger, numa casa nova e moderna. Até lá, boas novelas!
Para TODOS os fãs de telenovelas Brasileiras e Portuguesas espalhados pelo mundo.
Portuguese blog about Brasilian/Portuguese tv soaps for fans all over the world.

email desactivado por google devido a spam
alternativa: novelas para recordar npr arroba gmail.com

terça-feira, 25 de agosto de 2009

Caminho das Índias: Lima Duarte

Encontrei um artigo sobre a novela "Caminho das Índias" e o ator Lima Duarte. Todos sabem que este ator não é de ficar calado. Não que procure conflictos, mas acaba por ficar ali no limbo...
.
As suas personagens na Tv, têm tendência a ser umas grandes "melgas". Com diálogos demasiado longos e demasiadas cenas - que nem sempre se justificam no conjunto da trama. Mas trata-se de Lima Duarte, um ator veterano, respeitadíssimo, e não fica bem este fazer uma novela numa personagem que não está à altura do seu estatuto. Daí que, nos últimos anos, tenha criado um rol de personagens chatinhas na televisão.
.
De regresso na novela "Caminho das Índias", como Shankar, não é protagonista (nem podia), mas também tem cenas "forçadas". Como as que passa a debitar texto num diálogo desinteressante no ouvido de um "amigo" da sua casta. Quase sempre o tema de conversa são as suas preocupações com Bajuan ou as suas aspirações de vida. A função desta personagem é idêntica à do "amigo" de Baruan: servir de "penico" para que estas personagens de actores veteranos tenham com quem falar, enquanto os outros se desenvolvem mais na trama.
-
Mas a responsabilidade não é dos atores, muito menos necessáriamente do autor, embora este sempre possa contornar a situação. A realidade é que as tramas têm muitas personagens e umas acabam por dar "mais sumo" que outras. Ás vezes, alguma fruta posta de parte tem sumo mas não é espremida, outras, espreme-se demais a fruta que não dá sumo...
.
Eis a opinião do ator sobre a personagem e a novela:
.

O final reservado a Shankar (Lima Duarte) em Caminho das Índias será completamente solitário. Embora faça um balanço positivo da novela, Lima Duarte diz que seu personagem não cresceu mais porque a relação entre ele e Márcio Garcia não funcionou. Fato, inclusive, que teria feito com que Bahuan tivesse de vir para o Brasil.
Não é que ele esteja mal no personagem. É que não é para ele. Márcio foi mal escalado. Ele pode fazer muito bem algumas coisas. Para viver um dalit, ele tinha de ter uma carga, um olhar. E não tinha – opina o ator.
Ele ainda diz que, quando Caminho das Índias começou, ele queria dar um tom à história, e Garcia veio com outro.
– Foi um choque para mim, mas não falei nada. Meu personagem também esvaziou um pouco por causa disso.
No final da novela, Shankar se transformará no que os indianos chamam de “sannyasi’, um renunciante.
Shankar abrirá mão de tudo e irá para as montanhas, como fez Gandhi. Doará toda sua fortuna e irá embora – revela Lima Duarte.
E, mesmo encantado com a cultura indiana e com a trajetória de seu personagem,o ator de 80 anos confessa que está ansioso para terminar o trabalho e se livrarda incômoda barba que teve de adotar para o papel.
Nós cometemos uma bobagem do ponto de vista de produção. Gravamos o final da novela lá na Índia, e eu estava com uma barba grande. Agora, a maquiagempediu que eu a deixasse crescer para chegar ao ponto em que aparece no desfecho– conta o ator.
Mas ele faz uma análise positiva do folhetim das oito:
Fiquei apaixonado pela cultura hindu. A Índia tem um povo fantástico. Gosto das coisas que o Shankar fala, queria até que ele falasse mais – diz Lima.
No entanto, antes de a história de Gloria Perez se despedir do público, Shankar passará por grandes emoções: terá um encontro marcante com Opash e ajudará Bahuan (Márcio Garcia) a encontrar seu caminho. Por enquanto, a sabedoria dobrâmane será útil para desmascarar Radesh (Marcius Melhem). Shankar desconfiará do espertalhão e revelará a farsa.

2 FEED-BACK -DEIXE OPINIÃO:

Laura Caçoeiro 31 de agosto de 2009 às 09:30  

É um dos meus actores preferidos.
Acho que qualquer pessoa já reparou que os últimos papeis deste actor nas novelas têm sido fraquitos, não dando oportunidade ao actor de brilhar.
Talvez ele devesse afastar-se um pouco deste mundo e esperar que apareça algo para poder demonstar o seu talento.
Mas o mesmo acontece com Laura Cardoso e outors grandes actores.


Ele até tem razão na parte do Mário Garcia.

novelista 31 de agosto de 2009 às 12:18  

Ele tem razão, o público já tinha criticado a falta de empatia de Márcio com o papel... a surpresa, que até é, de um modo, de louvar, é ver um actor pronunciar-se e sublinhar o mesmo... neste meio, pode ser fatal, não fosse ele Lima Duarte, veterano respeitado e dado a estas franquezas.

A Laura Cardoso até se destaca bem na história, embora, não sei se reparaste, por algum motivo desapareceu do núcleo neste momento em particular. Algo aconteceu que a impediu de gravar...

Bons papéis para todos os atores brilharem em sempre é possível. Por exemplo: a Marjorie Estiano, que faz de Tonha, tem um papel apagado, mas destaca-se muito, com toda a energia que dá à personagem. O seu co-star desmaia e, tendo uma personagem de grande peso, o esquzofrénico Tarzo, não sobressai e fica apagado.

São misterios da representação em televisão... :)

face

    © Blogger template by Emporium Digital 2008

Back to TOP