Novidade

Este blogue mudou-se. Está agora no facebook. Um dia voltará a viver no blogger, numa casa nova e moderna. Até lá, boas novelas!
Para TODOS os fãs de telenovelas Brasileiras e Portuguesas espalhados pelo mundo.
Portuguese blog about Brasilian/Portuguese tv soaps for fans all over the world.

email desactivado por google devido a spam
alternativa: novelas para recordar npr arroba gmail.com

terça-feira, 7 de julho de 2009

Quem te viu e quem te vê!


LETÍCIA SABATELLA

Quem viu "Laura" e "Lana" em Irmãos Coragem e quem vê "Ivone" em Caminho das Índias sabe que a actriz que encarna estas personagens é Letícia Sabatella. Que diferença! Se há uns anos Letícia não soube suportar a sua personagem com dupla personalidade da melhor forma, agora arrasa. A cena de hoje, em que é quase desmascarada pelo motorista, é de lamber os beiços. Ela vai da fria e calculista psicopata à moça mais íntegra e sensível do mundo. Aliás, fá-la muito bem. Não é há toa que esta é a sua primeira vilã...
.
Que bom que é, para nós, telespectadores, poder acompanhar a evolução e maturidade de um talento e vê-lo melhorar e dominar o registo. Parabéns!
.
Uma nota sobre caminho das Índias:
No episódio de hoje Bahuan pergunta a Murilo se Quiara é a mãe do filho de Raj, descobrindo com espanto que não é. Ora... não estamos na novela "O Clone", pois não? É claro que o Dalit não podia fazer esta dedução! Quiara, interpretada por Vera Fisher, deve ter uns 60 e tantos anos... já é tarde para ser mãe de um recém-nascido, não? Foi então que percebi que a personagem no guião é mais jovem...

7 FEED-BACK -DEIXE OPINIÃO:

Laura Caçoeiro 13 de julho de 2009 às 12:35  

Sempre gostei muito do trabalho de LETÍCIA SABATELLA. E ela está simplesmente fantástica neste papel de má. Gostei muito da cena em que Raul é preso á cama e por fim descobre a cobra que andou a criar.

Embora seja estranho um homem (eu sei que é novela) não estranhar o carácter de uma pessoa que trai uma amiga e ainda ajuda a fingir de morto! Homens... :)

Só agora reparas-te que Vera Fisher, está a fazer uma personagem mais nova? Aliás quando é que ela faz papeis da sua idade? Eu sei que ela continua linda, mas acho que podia começar a fazer papéis diferentes, embora como actriz ela seja muito limitada.

P.S: Juliana Paes está muito bem como protagonista, na minha opinião.

novelista 14 de julho de 2009 às 20:37  

Boas!

Eu não acho a Juliana actriz de protagonista. Ela passa despercebida no papel. Outra seria capaz de se destacar mais. Mas são opiniões.

Não sei se a Vera é limitada mas, a fazer sempre o mesmo tipo de papel, decerto que dá essa impressão.

Laura Caçoeiro 16 de julho de 2009 às 10:00  

A unica fez em que achei que Vera esteve mesmo bem num papel, foi no Rei do Gado.
Também gostei de vê-la em laços de Familia, mas nada de especial.

Mas normalmente são papeis em que ela vai bem, mas que parece que falta qualquer coisa. Podias fazer uma votação, para ver se sou a unica a achar a Vera Fischer, uma actriz limitada!

Duas personagens que estou a gostar banstante é a Tônia e o Tarso.

P.S: Como é que vão as audiências no Brasil?

Jadir 16 de julho de 2009 às 18:25  

Aqui no Brasil a Sabatella está sendo super criticada pelo papel de Yvone... Eu particularmente gosto da atuação dela :)

novelista 16 de julho de 2009 às 19:50  

Não sei como estão as audiências no Brasil, mas penso que a novela superou as expectativas gerais e está a agradar. Veja por nós: dá tarde mas lá vemos um bocadinho e vimos aqui comentar...

Temos é opiniões diferentes, o que é interessante. O Tarso enjoa e perde o interesse. A Tonha está bem construída pela actriz, mas apaga-se na história.

Talvez experimente a sua sugestão de sondagem sobe a Vera. Mas creio que o público gosta dela. Tanto lá, quanto cá. Cá talvez tanto nos dê, mas lá é um ícone.

Eu gostei de a ver em Perigosas Peruas, mas confesso que existe sempre algo constante que parece denunciar essa limitação.

E não achas a relação de Raj e Maya uma fantasia tola?

Laura Caçoeiro 22 de julho de 2009 às 11:23  

Não propriamente, eles ainda estão na fase em que tudo é uma maravilha na relação e supostamente ela deu-lhe um filho homem, que era o seu sonho.
E também são duas pessoas que se juntaram para esquecer dois grandes amores. É natural que as brigas ainda não tenham acontecido.

novelista 22 de julho de 2009 às 13:23  

Acho a relação de Duda com o médico outra grande fantasia. Mal se envolveram, já aquele pediatra "tudo de bom", descomprometido, um grande "achado" a pede em casamento...

É demasiado «conto de fadas».

Continuo a torcer por Duda e Raj, pq ela sempre teve um comportamento digno e foi injustiçada.

Mas suspeito que a coisa vai passar-se assim:
Julinha + Dalit
Maya + Raj
Duda + médico
Raj

face

    © Blogger template by Emporium Digital 2008

Back to TOP