Novidade

Este blogue mudou-se. Está agora no facebook. Um dia voltará a viver no blogger, numa casa nova e moderna. Até lá, boas novelas!
Para TODOS os fãs de telenovelas Brasileiras e Portuguesas espalhados pelo mundo.
Portuguese blog about Brasilian/Portuguese tv soaps for fans all over the world.

email desactivado por google devido a spam
alternativa: novelas para recordar npr arroba gmail.com

segunda-feira, 27 de julho de 2009

Esvai-te em sangue... há tempo!

Dei uma boa risada agora mesmo, enquanto via a novela "Caminho das Índias"! A visão de Tarso com uma arma na mão apontada na direcção de Murilo, fez com que parasse o que estava a fazer no computador e prestasse atenção à cena.
.
Pobre Murilo! Não bastava um tiro, acaba por levar dois! Ao ver a bala do primeiro tiro atingi-lo no estômago, já me custou acreditar que se safa desta, como sei que é o caso. Quando a segunda bala atinge-o na mesma zona, mas do lado esquerdo, foi demais. Murilo vive após receber dois tiros no ESTÔMAGO! Parece que ileso e sem graves sequelas... só em novela! O que, aliás, já se tinha visto quando Raul foi alvejado. Mas dois tiros no abdómen... como podem as balas evitar lesionar órgãos com funções vitais?
.
Tirando a lógica da equação, a razão da boa risada deu-se devido ao facto de deixarem o pobre baleado no chão, sem imediata assistência. Melissa corre até o filho, sem sequer virar o pescoço para vislumbrar se Murilo respira ou está morto. Toda a cena centra-se em Tarso, enquanto Murilo fica no chão, a esvair-se em sangue... sem a câmara perder muito tempo a mostrar a sua má sorte. Chega o segurança, e aponta a arma a Melissa. Murilo está ali no chão, e nem o segurança se ajoelha para ver se tem pulso ou respira. Deu até tempo para alguém subir ao escritório, contar à secretária e esta ir avisar o pai de Tarso (Ramiro). Deu tempo para todos estes descerem até a garagem e só então a secretária, é a primeira pessoa a chegar perto de Murilo e a mostrar preocupação com a pessoa a esvair-se em sangue no pavimento após levar DOIS tiros!
.
Bem... que bom que todos são tão rápidos! :) Melhor, só o facto de quando a ambulância chega, a comunicação social (?) já estar a fazer perguntas. E Murilo ali, à espera que estas pessoas todas façam o seu show... é bom que se esvaia em sangue em câmara lenta. Só temos 5 litros no corpo e esperar que a chefia desça do escritório, a comunicação social chegue e a ambulância também...
.
Agora compreendo porque os hospitais precisam tanto de dadores de sangue (sem brincadeira). Tempo é vida! E as ambulâncias podem não chegar rapidamente...

3 FEED-BACK -DEIXE OPINIÃO:

Anónimo 28 de julho de 2009 às 00:01  

Coloque algo da Novela Vira-Lata.. obrigado...

Laura Caçoeiro 29 de julho de 2009 às 09:15  

Eu também notei logo essa falha. Até chamei o meu namorado (que não vê a novela) para vir ver a cena. O que ele se riu!
È que deve ser uma das piores cenas de novelas que vejo em muito tempo.
Primeiro o advogado disse para a”culpada” sair do local do crime, foi logo um erro, o segundo foi que era para ela não ser apanhada em flagrante, mas então e os dois seguranças que já a tinham visto com a arma na mão?

E com tudo isto o coitado do Murilo no chão quase a morrer! Mas ninguém chama uma ambulância? Mas então os seguranças antes de ficarem perto da criminosa para ela não fugir vão-se embora?
Assim fica provado que até nas grandes produtoras de novelas, existem percalços. É que muitas vezes critico cenas de novelas portuguesas, por serem parecidas com esta. Parece que são feitas por amadores.

novelista 29 de julho de 2009 às 12:59  

Sim, foi uma cena desconcertante e óptima para darmos umas risadas! O impacto psicológico que devia ter (se era essa a intenção) perde-se completamente. A personagem de Tarso mantém-se apagada, mal se dá por ele. Christine Torloni tenta «roubar» a cena e é, de facto, quem mais destaque ganha ali. Depois, do nada mas muito convenientemente, o advogado chega ao local ao mesmo tempo que os restantes e os seguranças desaparecem para dar lugar à chegada destas outras personagens...

Tudo muito divertido, pela falta de sentido dos acontecimentos! Agora, se calhar era para ser uma cena dramática, e é cómica. A mensagem que devia passar sobre a doença de Tarso passa totalmente despercebida no desenrolar dos acontecimentos que se seguem.

Agora uma brincadeirinha: Tarso é «gordinho»... deve gostar de umas cervejas :)!

face

    © Blogger template by Emporium Digital 2008

Back to TOP